Roteiro virtual – Viajar sem sair de casa

Jamais pensámos usar, e de forma tão penosa, os termos quarentena e pandemia, que parecem saídos de empoeirados léxicos de séculos passados ou de cenários distópicos de séries televisivas. Pois eles apresentaram-se com estrondo nas nossas vidas por conta da COVID-19. Nestes tempos bizarros e de exceção feitos, enquanto reaprendemos a olhar para nós e para os outros, para o mundo e para as coisas, e tentamos compensar a inesperada falta de beijos e abraços daqueles que mais amamos, agarramo-nos à solidariedade e tomamos como lema essa velha máxima do showbiz: ‘The show must go on.’


Estamos juntos

Prova disso mesmo é a onda de generosidade e irmandade que, a nível planetário, nos mantém juntos e unidos, até nas artes. São inúmeros os autores e artistas, as iniciativas, os sites, os organismos, as entidades e as plataformas que disponibilizam online e gratuitamente os seus dotes, o seu património e as suas agendas. Mais do que entreterem-nos em época de reclusão forçada, mantêm-nos firmes no propósito de que, no final, de facto, todos vamos ficar bem. Ainda que deixando os nossos tuk tuk no estacionamento, também a Tuk On Me quer continuar a guiá-lo pelo melhor da vida. Instale-se confortavelmente no sofá ou na varanda e siga-nos por aqui. Esta viagem é por nossa conta.


1. MUSEUS E MONUMENTOS São mais de meio milhar de museus aqueles que pode visitar virtualmente pela mão da plataforma Arts & Culture do Google, entre eles alguns com as mais fantásticas e aplaudidas coleções de arte do mundo. MoMa, Life Photo Collection e The MET, em Nova Iorque, Rijksmuseum, em Amesterdão, Tate e The Victoria and Albert Museum, em Londres, Palácio de Versailles, em França, Belvedere, na Áustria são disso exemplo. Mas muitos outros abriram as suas portas virtuais também por conta própria, como é o caso dos impressionantes Museus do Vaticano, os incontornáveis Louvre, em Paris, Prado, em Madrid, ou as fascinantes galerias Uffizi, em Florença. Visite as mais belas obras de arte do mundo, sem ter de despir o pijama. Sem sair dos endereços portugueses ‘.pt’, tem igualmente um menu rico e extenso de possibilidades, que vão, entre outros, do Museu Calouste Gulbekian ao Palácio da Pena, dos Jerónimos ao Mosteiro de Alcobaça ou da Batalha, da Fundação de Serralves à Casa da Música, do Convento de Mafra ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência.


2. ÓPERA E MÚSICA CLÁSSICA A Filarmónica de Berlim com o projeto Digital Concert Hall, a Ópera de Viena, sob o lema Live at Home, ou o Teatro Nacional de São Carlos, com a hashtag #SãoCarlosEmSuaCasa são três grandes nomes a trazer a ópera e a música clássica ainda para mais perto de si, incluindo visitas aos palacetes que as abrigam. Os sites My Opera Player e Opera Vision são duas outras boas possibilidades, tal como as transmissões diárias de concertos da Gulbenkian Música, a partir das 19h, via Facebook.


3. CINEMA Plataformas de streaming são, por estes dias, amigas do peito de todos nós. Através da Netflix Party, pode tornar a experiência mais interativa, já que permite ‘ir ao cinema’ com os amigos, reunindo-os em grupos de visualização em simultâneo com possibilidade de ir comentando. Quarentena Cinéfila é a proposta da portuguesa Medeia Filmes, que disponibiliza três filmes semanais.


4. TEATRO Teatro Nacional D. Maria II Em Casa e Teatro Aberto #TeatroEmCasa são duas iniciativas que mudaram os palcos para o online, apresentando peças nos seus sites. Não deixe de verificar as próximas sessões.


5. LITERATURA Para os fãs de literatura, a questão é mais simples, mas pode acrescentar alguma emoção à leitura acompanhando a página de Facebook ‘Bode Inspiratório’, em que escritores e ilustradores nacionais escrevem e ilustram… a muitas mãos. Não estamos em época de desperdícios, aproveite bem o tempo.

© 2020 LEAV Tourism  | Todos os direitos reservados  |  Tuk On Me é uma divisão da LEAV Tourism

Receba a nossa newsletter e esteja a par de todas as novidades

LEAV Tourism  |  Rua das Olarias, 62-A  |  1100-381 Lisboa  |  Portugal